Diversificação: quanto da minha carteira é recomendável eu aplicar em P2P?
Diversificação de investimentos

Diversificação: quanto da minha carteira é recomendável eu aplicar em P2P?

Diversificar os investimentos é o mandamento número um entre os educadores financeiros. A lógica é simples: quanto mais variados forem os seus investimentos, maior a probabilidade de o seu patrimônio trazer um bom retorno financeiro sem um grande risco de desvalorização.

Mas como funciona esse conceito? E, mais importante, como aplicar aos seus investimentos? Confira!

Dividir é preciso

“Nunca coloque todos os ovos na mesma cesta”. Essa é uma frase que resume bem o conceito de diversificação. A lógica é simples: se a cesta cair, todos se quebrarão. Porém, se você dividir igualmente entre duas cestas e uma delas for ao chão, perderá só a metade. Ou seja: quanto mais “cestas” você tem, menor a probabilidade de você perder tudo com uma “queda”.

Com os investimentos, o princípio é o mesmo. Imagine que você tem R$ 10 mil reais para investir e coloca todo esse dinheiro na compra de ações de uma empresa na bolsa de valores. Porém, você não sabe que ela tem grandes problemas gerenciais e que, dois anos depois, irá à falência. Resultado: todo o seu patrimônio foi pelo ralo.

Agora, e se os mesmos R$ 10 mil fossem aplicados de forma diversificada? Com um perfil mais conservador de investidor, você colocaria, talvez, R$ 5 mil em renda fixa (como títulos públicos e privados de longo prazo e crédito privado – como o P2P lending), investiria outros R$ 2 mil em fundos de investimento, mais R$ 1 mil em ações de cinco empresas e dividiria o restante entre investimentos alternativos, como criptomoedas ou crowdfunding de investimentos, que são mais arriscados mas podem melhorar o resultado de sua carteira.

Nesse segundo cenário, com seu dinheiro “pulverizado” em diversos tipos de investimentos, caso as ações daquela empresa que faliu estivessem na sua carteira, a perda seria de apenas R$ 200, o equivalente a 2% do seu patrimônio, prejuízo que, no longo prazo, poderia ser tranquilamente recuperado pelos outros investimentos que você fez.

Agora que você sabe um pouco mais sobre as vantagens de dividir seu patrimônio entre diferentes tipos de investimento, sabia que é possível também diversificar dentro de uma mesma modalidade? Veja como isso é possível emprestando dinheiro para diferentes empresas. 

Exposição controlada ao risco no P2P lending

O P2P lending é uma modalidade de crédito para PMEs (pequenas e médias empresas) que vem se tornando cada vez mais atrativa para os investidores. Reconhecida como “a nova renda fixa”, ela traz a possibilidade de se obter rentabilidade superior aos títulos tradicionais com exposição controlada ao risco. 

Para entender em detalhes como funciona a modalidade, clique aqui!

Fintech especializada na modalidade, a Money Money mensalmente traz novas opções de empresas que estão captando empréstimo. Cada uma delas traz combinações diferentes de rentabilidade e exposição para os investidores, de acordo com o rating  (nota de risco) dado pela plataforma. Se você ainda não sabe como funciona a análise de risco de inadimplência das empresas que captam pela MoneyMoney invest, leia este texto

Por contar com empresas em diferentes patamares de rentabilidade e risco,  é possível criar uma carteira de investimentos diversificada dentro do P2P Lending

“Essa versatilidade que o P2P lending apresenta traz mais confiança para o investidor, pois é uma modalidade que pode ser acomodada com facilidade em qualquer carteira de investimentos, do mais conservador aos arrojados. Com R$ 500 já é possível investir, então com R$ 5 mil você pode pulverizar seu investimento entre 10 diferentes oportunidades, baixando o risco e obtendo uma rentabilidade que pode ser superior a outros investimentos em renda fixa”, explica Marcos Travassos, CEO da MoneyMoney Invest. 

Segundo o executivo, a análise rigorosa da capacidade de pagamento das empresas permite que a plataforma traga, tanto para investidores quanto para as empresas, a oportunidade de fazer um bom negócio. 

“A filosofia da Money Money é que quando um ganha, todos ganham. Então não autorizamos na plataforma empresas de grau ‘especulativo’, aquelas que têm grande potencial de inadimplência”, resume o executivo.

Está preparado para criar sua carteira diversificada de P2P lending? Abra já a sua conta e venha conhecer as oportunidades imperdíveis!

CompartilheFacebookTwitter
Entre na conversa

Comentários