Qual o risco de investir em Peer to Peer Lending?

Qual o risco de investir em Peer to Peer Lending?

O Peer to Peer lending (P2P) é um modelo de investimento e empréstimos que tem crescido no mundo inteiro e também aqui no Brasil. Por ser um modelo de aplicação muito equilibrado, oferece excelentes oportunidades aos investidores, com riscos moderados e lucros atrativos. Mas antes de explicar como funciona a classificação de crédito das empresas na qual investir e como diminuir os riscos de inadimplência, entenda melhor o que é e como investir em Peer to Peer lending.

O que é peer to peer lending?

O Peer to Peer lending (P2P) é um modelo de empréstimo ponto a ponto, ou seja, une empresas que precisam de crédito para crescer e se desenvolver com investidores que visam lucros mais altos.

O P2P é operacionalizado de acordo com as normas do Banco Central do Brasil e é oferecido por plataformas digitais especializadas em crédito e investimentos que atuam como correspondentes bancários de instituições financeiras. Por serem empresas que já nasceram com um alto nível de digitalização, têm custos operacionais muito menores do que os bancos tradicionais. Toda esta economia com os custos operacionais se reflete em taxas mais baixas para quem pede o empréstimo e melhor remuneração para quem investe. 

Esse tipo de operação é muito importante para pequenas e médias empresas, pois assim conseguem, de maneira muito mais simples, linhas de crédito para crescer e se desenvolver. 

Por não ter que se submeter à burocracia dos bancos, o acesso ao crédito fica mais simples e democrático com o P2P, além disso, as empresas conseguem melhores condições de pagamento das parcelas (até dois anos para pagar) e juros menores (entre 0,99% a.m. a 2,30% a.m).

Já para os investidores que aportam o dinheiro em forma de crédito para essas empresas, o resultado com o investimento é maior, principalmente em comparação com aplicações baseadas na Taxa Selic, que no momento está em seu patamar mais baixo da história. 

Esse lucro dos investidores com o P2P  é maior porque grande parte spread bancário (diferença entre o que o banco paga aos investidores e o que ele cobra de juros pelo crédito) é repassado ao investidor, diferentemente dos bancos que retém esse dinheiro diminuindo o lucro da aplicação.

Por ser um modelo muito equilibrado, com excelentes resultados e riscos moderados, o P2P ganhou o apelido de “A nova renda fixa”, no entanto são operações baseadas em crédito privado e remuneram muito melhor que os títulos do Tesouro Direto (renda fixa).

Como diminuir os riscos com o investimento?

As variações repentinas no mercado podem gerar inadimplência no P2P. Esse é o risco deste tipo de investimento. Porém existe uma forma de tornar a probabilidade de ganhos muito elevada, que é pulverizar a sua carteira, ou seja, sempre diluir o valor que você pretende investir em P2P no maior número de empresas possível. Assim, provavelmente, você terá um índice de inadimplência muito menor do que a remuneração da sua carteira.

Toda empresa que está apta a receber crédito pela plataforma digital de P2P tem uma classificação de rating  (classificação de crédito). Essa classificação é a métrica que traduz a probabilidade de perda de cada operação. Empresas que oferecem maiores riscos, apontam maiores retornos aos investidores e tem um rating baixo. Ao contrário, quanto menor o risco maior a classificação de crédito. O lucro pode ser até menor, mas a garantia de receber mensalmente o retorno do investimento é proporcionalmente maior.  Assim, quanto mais próximo do AAA rating, mais seguro é o investimento em determinada empresa.

Como forma de oferecer aos seus clientes oportunidades equilibradas, a Money Money Invest, plataforma digital que atua como correspondente bancário e é especialista em P2P lending, não disponibiliza investimentos em ratings D, E e F, garantindo assim melhor qualidade para os negócios.

O painel da rodada de investimentos da Money Money é pensado para facilitar a vida do investidor. Nele você encontra todas as informações sobre as empresas e consegue simular o retorno das aplicações que são pagas em parcelas mensais. Assim, você consegue escolher diversas opções de empresas para pulverizar os seus investimentos e se proteger das instabilidades do mercado. Saiba como começar a investir com ótimas taxas de retorno agora mesmo aqui.

CompartilheFacebookTwitter
Entre na conversa

Comentários